Tpc - O basico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tpc - O basico

Mensagem por SeuCuca em Qui 10 Fev - 15:46

TPC Entendendo o Básico

---Gonadotropinas

1)GnRH (Hormônio Liberador das Gonadotropinas): é um peptídeo de 10 aminoácidos secretado por neurônios cujos corpos celulares estão localizados nos núcelos arqueados do hipotálamo. As terminações desses neurônios encontram-se, principalmente, na eminência mediana do hipotálamo, onde liberam GnRH no sistema vascular porta hipotalâmica-hipofisário. A seguir, o GnRH é transportado até a adenohipófise e estimula a liberação das gonadotropinas LH e FSH. Sua secreção é intermitente durante alguns minutos, uma vez a cada 1 a 3 horas. A intensidade do estímulo desse hormônio é determinada de duas maneiras: 1) pela frequência desses ciclos de secreção e 2) pela quantidade de GnRH liberada a cada ciclo(Cool.

2)LH (Hormônio Luteinizante): é uma glicoproteína formada por uma cadeia beta de 115 aminoácidos e uma cadeia alfa de 89, (extraída pela primeira vez em 1958), secretada pela adenohipófise que tem como função estimular as gônadas (assim como toda gonadotropina). Nos testes o LH se liga aos receptores das células intersticiais de Leydig e estimula a síntese e secreção de testosterona. Sua secreção é cíclica, seguindo, com bastante fidelidade, a liberação pulsátil do GnRH. Exerce seu efeito sobre o tecido alvo dos testículos, principalmente ao ativar o sistema de segundo mensageiro do monofosfato de adenosina cíclico (AMPc), que, por sua vez, ativa sistemas enzimáticos específicos nas respectivas células-alvos(Cool.

3)FSH (Hormônio Folículo Estimulante): é uma glicoproteína formada por uma cadeia beta de 115 aminoácidos e uma alfa de 89, assim como o LH. Sua função é estimular o crescimento testicular e suportar as ações das células de Sertoli, que são necessárias para espermatogênese. Nos túbulos seminíferos estimulam a síntese de ABP (Proteína Ligadora de Andrógeno) que se liga a testosterona e faz com que a espermatogênese seja iniciada. Sua secreção aumenta, e diminui, apenas ligeiramente com cada flutuação de secreção de GnRH; na verdade, altera-se mais lentamente no decorrer de um período de muitas horas, em respostas às alterações a longo prazo do GnRH. Exerce seu efeito sobre o tecido alvo dos testículos, principalmente ao ativar o sistema de segundo mensageiro do monofosfato de adenosina cíclico (AMPc), que, por sua vez, ativa sistemas enzimáticos específicos nas respectivas células-alvos(Cool.


Ação das gonadotropinas


---Regulação do Eixo

1)Regulação da produção de testosterona pelo LH: a quantidade de testosterona secretada aumenta aproximadamente em proporção direta à quantidade de LH disponível(Cool.

2)Inibição da secreção de LH e de FSH pela testosterona (Feedback Negativo): a testosterona secretada pelos testículos em repsosta ao LH exerce o efeito recíproco de inibir a secreção de LH pela adenohipófise. A maior parte dessa inibição, provavelmente, resulta do efeito direto da testosterona sobre o hipotálamo, diminuindo a secreção de GnRH. Isso, por sua vez, causa diminuição correspondente da secreção de LH e FSH(Cool.

3)Fatores psíquicos que afetam a secreção de gonadotropinas e a atividade sexual: muitos fatores psíquicos, especialmente a partir do sistema límbico do cérebro para o hipotálamo, podem afetar a secreção de GnRH pelo hipotálamo, e, portanto, a maioria dos outros aspectos das funções sexuais e reprodutoras(Cool.

4)Inibição da secreção de LH e de FSH pelo estrógeno (Feedback Negativo): o estrógeno, proveniente da aromatização, possue dois sítios de atuação para provocar o feedback negativo, agindo no hipotálamo para diminuir a frequência dos pulsos de GnRH e na hipófise diminuindo sua resposta ao GnRH(7).


Durante o Ciclo

Nesse período existem alguns procedimentos que eu gostaria de recomendar, sendo o primeiro a utilização de um inibidor da aromatase, de preferência o exemestano. Esse composto é um análogo esteróide da androstenediona que funciona como um inibidor irreversível dessa enzima. A administração de 25mg/dia inibe a atividade da aromatase em 98% e reduz os níveis plasmáticos de estrona e estradiol em cerca de 90%(1)(2)(3)(4). Por suprimir a síntese de estrógenos de forma muito eficaz, esse composto se torna de grande valia na tentativa de evitar efeitos colaterais estrogênicos, como ginecomastia, acne e retenção hídrica. Exemestano inibe seletivamente a ação da enzima aromatase e de forma irreversível, o que lhe confere o nome de inibidor suicida(5). Um outro efeito muito benéfico do exemestano é o de que ele aumenta os níveis de IGF(6). O principal uso dele durante o ciclo (visando a TPC) é que pesquisas recentes indicam que a inibição da secreção de FSH se da exclusivamente de forma indireta pela testosterona (via aromatização), logo a supressão da aromatização fará com que os efeitos nas taxas de FSH sejam mínimos(7).

A segunda recomendação é a utilização de hCG (Gonadotrofina Coriônica Humana) que é uma glicoproteína composta por 237 aminoácidos. Age basicamente como o hormônio luteinizante (LH) no corpo. Seu uso irá servir como um sinal artificial para os testículos (como se fosse o LH) prevenindo dessa forma a atrofia. Não só ajuda a manter o tamanho e a condições dos testículos como torna mais fácil a sua recuperação. A manutenção dos níveis de testosterona inter-testicular, promovido pelo uso intermitente do hCG, torna a recuperação do eixo HPT muito melhor. Além disso eu hipotetizo que a utilização do hCG combinado com o AI diminui, em muitos valores, a chance de esterelidade e atrofia testicular. Como a taxa de FSH será pouco alterada e o hCG provocará a síntese de testosterona inter-testicular, a espermatogênese poderá ser mantida (fato teórico, não visto ainda na prática por falta de estudos e também pelo fato da testosterona ter, provavelmente, um poder inibitório direto na síntese de GnRH). Um outro benefício em tentar manter inalterada a taxa de FSH é que a estimulação da célula de Sertoli exerce um controle parácrino sobre as células de Leydig(30)


Terapia Pós-Ciclo

O citrato de clomifeno é um antiestrogênico (antagonista puro em todos os tecidos)(9). Ele se liga aos mesmos receptores que o estrogênio (RE) porém produz efeitos diferentes deste (a conformação do RE acoplado muda de acordo com o ligando). Dessa forma o clomifeno tem ação contrária ao efeito de feedback negativo dos estrogênios endógenos no sentido de aumentar a secreção de gonadotropinas e estimular a ovulação. A maioria dos estudos demonstrou que ele aumenta a amplitude dos pulsos de LDH e LH, sem alterar a frequência dos mesmos (Kettel et al. 1993). Isso sugere que o clomifeno atue principalmente no nível hipofisário, bloqueando as ação inibitórias do estrogênio na liberação das gonadotropinas pela glândula e/ou estimule, de alguma forma, o hipotálamo a liberar quantidades maiores de GnRH a cada pulso. O clomifeno também tem sido usado em homens para estimular a liberação de gonadotropinas e aumentar a espermatogênese(10). A dosagem de 150mg de clomifeno eleva os níveis de testosterona em aproximadamente 150% do nível basal(11). Entretanto, algumas pesquisas revelam que baixas doses de clomifeno (algo como 50mg) vão provocar melhoras e elevações nos níveis de testosterona(12). Em indivíduos homens normais, a administração de uma dose diária de clomifeno por sete dias provoca a duplicação do LH plasmático e um aumento de 50% no nível do FSH(13). Foi reportado um caso de hipogonadismo sintomático induzido por abuso de esteróides em um paciente homem de 30 anos. Usou-se Clomid nas dosagens usuais (100mg, dois meses). O tratamento foi um sucesso, a secreção de testosterona foi reestabelecida e o eixo HPT voltou a funcionar(14). Além disso o clomifeno tem-se mostrado eficiente em restabelecer o eixo HPT de forma efetiva e segura em adultos com hipogonadismo hipogonadotrópico induzido pelo exercício(15). O clomifeno apresenta um problema na TPC que é uma possível dessensibilização da hipófise ao GnRH.

O citrato de tamoxifeno é um droga conhecida como MSRE (modulador seletivo do receptor estrogênico) e que tem como forma de uso o bloqueio desse receptor no tecido mamário evitando dessa forma a ginecomastia(16). Tamoxifeno ainda tem outras importâncias para os usuários de esteróide. Homens inférteis e com hipogonadismo que administraram esse fármaco, apresentaram um aumento importante nos níveis séricos de LH e FSH e, o mais importante, de testosterona(17)(18). A melhor estimativa, de acordo com pesquisas, é de que 20mgs de tamoxifeno vão aumentar os níveis de testosterona em algo como 150%(19). Isso mostra que a administração de tamoxifeno depois de um ciclo, quando está tentando-se aumentar os níveis de testosterona, LH e FSH às taxas basais, torna a recuperação muito melhor. Além disso o tamoxifeno também aumenta significantemente o nível de resposta do LH ao LHRH depois de 6 semanas. Outro benefício do tamoxifeno é que ele parece aumentar a sensibilidade da hipófise ao GnRH

Os dois compostos comentados acima apresentam diferenças. A utilização de 20mg/dia de tamoxifeno por dez dias aumentou os níveis séricos de testosterona, em homens normais, em 142% valor esse aproximadamente igual ao atingido com 150mg/dia de clomifeno(20). A administração contínua de 20mg/dia de tamoxifeno por 6 semanas aumentou os níveis de LH e testosterona em 172% e 183% e aumentou a sensibilidade da hipófise ao GnRH enquanto, simples dez dias de clomifeno, causaram uma dessensibilização dessa glândula(20). Essas alterações ocorrem porque, embora a maioria das pessoas não saiba, esses compostos não são iguais (explicado acima). O tamoxifeno é um antagonista do estrogênio no hipotálamo e hipófise, enquanto o clomifeno é um potente antagonista na primeira, mas apresentas um pequeno agonismo na segunda glândula(21). Além disso o clomifeno parece aumentar os níveis de SHBG diminuindo, dessa forma, a quantidade de testosterona livre(22).

Levando em conta isso o uso combinado desses dois compostos parece ter uma grande utilidade. Usa-se o clomifeno por períodos menores de tempo, pois ele age de forma mais rápida e além disso evita-se efeitos colaterais relacionados a ele. Ja o tamoxifeno usa-se de forma mais prolongada aumentando a resposta da hipófise ao GnRH.

A vitamina E (tocoferol) é um potente antioxidante e exerce um papel importante na regulação do eixo hormonal masculino, aumentando consideravalmente a produção de FSH, LH e da testosterona(23)(24)(25)(26)(27). Além disso, por ser um antioxidante, apresenta uma função importante no período pós-ciclo e também na prevenção dos colaterais visuais causados pelo clomifeno.

O uso de exemestano poderia ser benéfico na TPC pois ele comprovadamente aumenta as taxas de FSH e LH, porém não recomendo seu uso pois na TPC os níveis de estrógeno estão muito baixos e o uso desse fármaco pode diminuí-los ainda mais e isso causará uma repercurssão maléfica nos lipídios séricos, na libído, na agressividade e no próprio reestabelecimento do eixo. O uso de qualquer outro AI é totalmente reprovado, já que o efeito rebote é fato e irá prejudicar muito o usuário após esse período.


Efeitos da administração de exemestano nas taxas de LH e FSH

Também não recomendo a utilização de hCG durante a TPC pois o mesmo CAUSARÁ efeito negativo no eixo deprimindo-o.


Algumas Observações

O uso do exemestano períodos antes do ciclo também pode ser muito recomendado. Como é comprovada sua ação benéfica nas taxas das gonadotropina ocorrerá aumento na linha basal desses compostos. Dessa forma, o ataque de um ciclo a elas será menor, como demonstra a colocação a seguir:

"O bloqueio do receptor de GnRH resultou em supressão de LH derrubando os níveis, de 9.7+-1.5 para 2.8+-0.4 IU/L (no início) e de 19.0+-1.9 para 5.6+-0.7 IU/L (após sete dias de anastrozol)."(7)

Vale observar que não se recomenda a utilização de AINES (principalmente aspirina) durante esse período(28)(29).


Exemplo de TPC

---Semana 1
1)Clomifeno: 100mg/dia
2)Tamoxifeno: 40mg/dia
3)Vitamina E: 1.000UI/dia

---Semana 2
1)Clomifeno: 50mg/dia
2)Tamoxifeno: 40mg/dia
3)Vitamina E: 1.000UI/dia

---Semana 3
1)Clomifeno: 50mg/dia
2)Tamoxifeno: 40mg/dia
3)Vitamina E: 1.000UI/dia

---Semana 4
1)Tamoxifeno: 40mg/dia
2)Vitamina E: 1.000UI/dia

---Semana 5
1)Tamoxifeno: 20mg/dia


---Semana 6
1)Tamoxifeno: 20mg/dia


Referências

1. GOODMAN & GILMAN, As Bases Farmacológicas da Terapêutica, ed. 10. Mc Graw Hill, pg. 1078, 2003.
2. A predictive model for exemestane pharmacokinetics/pharmacodynamics incorporating the effect of food and formulation.Br J Clin Pharmacol. 2005 Mar;59(3):355-64.
3. Exemestane for breast cancer prevention: a feasible strategy?Clin Cancer Res. 2005 Jan 15;11(2 Pt 2):918s-24s.
4. Endocrinology and hormone therapy in breast cancer: Aromatase inhibitors versus antioestrogens, Anthony Howell1 and Mitch Dowsett2 1CRUK Department of Medical Oncology, University of Manchester, Christie Hospital, Manchester, UK 2Academic Department of Biochemistry, Royal Marsden Hospital, London, UK Breast Cancer Res 2004, 6:269-274 doi:10.1186/bcr945 Published 6 October 2004
5. Nippon Yakurigaku Zasshi. 2003 Oct;122(4):345-54.
6. Anticancer Res. 2003 Jul-Aug;23(4):3485-91
7. Inibição: Um Novo Conceito, MRJP (ironpump.org/forum/showthread.php?t=1794)
8. GUYTON & HALL, Tratado de Fisiologia Médica, ed. 10., Guanabara Koogan, pag. 866, 2000.
9. GOODMAN & GILMAN As Bases Farmacológicas da Terapêutica, 10. ed., Mac Graw Hill, pag. 1213, 2003.
10. GOODMAN & GILMAN As Bases Farmacológicas da Terapêutica, 10. ed., Mac Graw Hill, pag. 1215, 2003.
11. Fertil Steril. 1978 Mar;29(3):320-7.
12. The effects of normal aging on the response of the pituitary-gonadal axis to chronic clomiphene administration in men. J Androl 1991 Jul-Aug;12(4):258-63
13. GOODMAN & GILMAN As Bases Farmacológicas da Terapêutica, 10. ed., Mac Graw Hill, pag. 1216, 2003.
14. Use of clomiphene citrate to reverse premature andropause secondary to steroid abuse. Tan RS, Vasudevan D.
15. Idiopathic hypogonadotropic hypogonadism in a male runner is reversed by clomiphene citrate. Burge MR, Lanzi RA, Skarda ST, Eaton RP.
16. Klin Padiatr. 1987 Nov-Dec;199(6):389-91.
17. Stimulation of calcitonin secretory capacity by increased serum levels of testosterone in men treated with tamoxifen. Int J Androl. 1987 Dec;10(6):747-51.
18. Hormonal changes in tamoxifen treated men with idiopathic oligozoospermia Exp Clin Endocrinol. 1988 Dec;92(2):211-6.
19. Fertil Steril. 1978 Mar;29(3):320-7.
20. Hormonal effects of an antiestrogen, tamoxifen, in normal and oligospermic men. Vermeulen, Comhaire. Fertil and Steril 29 (1978) 320-7
21. Disparate effect of clomiphene and tamoxifen on pituitary gonadotropin release in vitro. Adashi EY, Hsueh AJ, Bambino TH, Yen SS. Am J Physiol 1981 Feb;240(2):E125-30
22. The effect of clomiphene citrate on sex hormone binding globulin in normospermic and oligozoospermic men. Adamopoulos, Kapolla et al. Int J Androl 4 (1981) 639-45
23. Effect of vitamin E on function of pituitary-gonadal axis in male rats and human subjects. Umeda F, Kato K, Muta K, Ibayashi H.
24. Relative inactivation of steroidogenic enzyme activities of in vitro vitamin E-depleted human adrenal microsomes by lipid peroxidation. Takayanagi R, Kato K, Ibayashi H.
25. Effects of vitamin E deficiency on the hormone secretion of the pituitary-gonadal axis of the rat. Akazawa N, Mikami S, Kimura S.
26. Effect of vitamin E therapy on sexual functions of uremic patients in hemodialysis. Yeksan M, Polat M, Turk S, Kazanci H, Akhan G, Erdogan Y, Erkul I.
27. Vitamin E prolongs survival and function of porcine Leydig cells in culture. Mather JP, Saez JM, Dray F, Haour F.
28. * x TPC (Nova Visão), MRJP (ironpump.org/forum/showthread.php?t=1793)
29. Aspirina e o *, MRJP (ironpump.org/forum/showthread.php?t=1857)
30. Cultured Sertoli cell-mediated FSH stimulatory effect on Leydig cell steroidogenesis M. Benahmed, J. Reventos, E. Tabone and J. M. Saez




O que é o Citrato de Tamoxifeno ?
O Citrato de Tamoxifeno (forma como é comumente encontrado) é um derivado do trifeniletileno, utilizado em principalmente para o tratamento de câncer de mama.


Pra que serve o Tamoxifeno ?
Principalmente para a prevenção da ginecomastia em ciclos provientes da aromatização (conversão de androstenediona e testosterona em estronas e estrôgenos pela enzima aromatase), isso atráves provavelmente a sua capacidade de competir com o estrogênio ligando-se aos sítios dos tecidos ativos tais como a mama.

Pode também ser usado na TPC (terapia pós ciclo), pois assim como o Clomid (também derivado do trifeniletileno) inibe o estrogênio endógeno estimulando a secreção do Gn RH e consequentemente a produção de FSH ( Hormônio folículo estimulante, responsável por estimular a espermatogênese) e o LH (Hormônio luteinizante responsável pela produção endógena de testosterona através das células Leydig)


Como utilizar o Tamoxifeno pra previnir Ginecomastia em ciclos ?
Não é uma proteção 100% segura, pois depende da droga, pois alguns esteróides simplesmente não aromatizam como no caso da Trenbolona (Finaplix), porém pode causar um outro tipo de ginecomastia, a de origem prostogênica, depende também da dosagem, o tempo de uso e claro a disposição genética de cada um.

É normalmente utilizando em dosagens que variam de 10-40mg/dia conforme os fatores acima citados.


È verdade que o tamoxifeno reduz os ganhos no ciclo ?
Existem estudos que demonstram queda dos níveis de IGF-1 de até 23%, porém os estudos foram realizados em mulheres em idades entre 35-70 anos, não existindo estudos específicos em usuários de esteróides anabolizantes, de qualquer forma mesmo existindo essa relação com possíveis ganhos não compensaria o risto de uma ginecomastia durante o ciclo.


Porque utilizar o tamoxifeno na TPC ?
È mais uma opção, caso não encontre o próprio clomid, além de defendido por alguns estudiosos, pelo fato de não causar dessensibilização nas células leydig que por sua vez são responsáveis por sintetizar a testosterona.


Como utilizar o Tamoxifeno na TPC ?
Como já dito acima o Tamoxifeno é derivado do trifeniletileno, assim como o clomid podendo ser usado também pode ser usado na TPC, baseando-se do mesmo tempo que começaria a terapia mais convencional com o Clomid.

Poderia simplesmente não adotar um frontloading como é proposto pelo Bill Roberts em sua teoria de uso do clomid, começando por 40mg/dia constantes por três semanas, e após isso realizar exames hormonais para checar os valores.


Abaixo segue a tabela :

Hemo: ....................................12 horas após a última administração
Deca: .....................................21 dias após a última aplicação
Dianabol: ................................12 horas após a última administração
Equipoise: ...............................17 – 21 dias após a última aplicação
Fina: .......................................3 dias após a última aplicação
Primobolan depot: ....................15 dias após a última aplicação
Durateston: ..............................3 semanas após a última aplicação
Cipionato de Testosterona: ........15 dias após a última aplicação
Enantato de Testosterona :........ 15 dias após a última aplicação
Propionato de Testosterona : .......3 dias após a última aplicação
Testosterona em Suspensão: ......24 horas após a última administração
Winstrol: .................................24 horas após a última administração


Referências :
Evidence for a role of endogenous estrogen in the hypothalamic control of gonadotropin secretion in men. - Winters SJ, Troen P; Gynecomastia : Etiology, Diagnosis and Treatment - Ronald S. Swerdloff, MD, Jason Ng, MD, and Gladys E. Palomeno, MD ; Effect of tamoxifen on lipoprotein(a) and insulin-like growth factor-I (IGF-I) in healthy women. -FIRC Chemoprevention Unit, European Institute of Oncology, Milan, Italy; Hormonal effects of an antiestrogen, tamoxifen, in normal and oligospermic men. - Vermeulen A, Comhaire F; Effect of an antiestrogen on the testicular response to acute and chronic administration of hCG in normal and hypogonadotropic hypogonadic men: tamoxifen and testicular response to hCG - Levalle OA, Suescun MO, Fiszlejder L, Aszpis S, Charreau E, Guitelman A, Calandra R; Tamoxifen suppresses gonadotropin-induced 17 alpha-hydroxyprogesterone accumulation in normal men - Smals AG, Pieters GF, Drayer JI, Boers GH, Benraad TJ, Kloppenborg PW;




O que é Clomid?
Resposta: Clomid é um estrogênio sintético geralmente prescrito por médicos para provocar a ovulação nas mulheres.


Porque os fisiculturistas utilizam o Clomid?
Resposta: Quase todos os anabólicos androgênicos causam uma inibição da produção de testosterona no corpo. Ao liberar os esteróides este passa a não ser mais produzido naturlamente. O corpo permanece em estado de catabolismo (Os hormônios catabólicos são altos e os anabólicos são baixos) e como resultado disso o tecido dos músculos ganho durante o ciclo agora são perdidos. O Clomid compete com o estrogênio endógeno nos receptores estrogênicos hipotalâmicos, produzindo aumento da secreção de Gn RH e dos níveis de LH e FSH. Isto resulta em um aumento da produção de testosterona própria.


O Clomid também funciona como um anti-estrogênio?
Resposta: O Clomid é um estrogênio sintético que também pode funcionar como um anti-estrogênio. Como ele funciona? Por ser um estrogênio sintético fraco ele pode ocultar o estrogênio receptor (ER) e não causar quaisquer problemas. Ao mesmo tempo o aumento de estrogênio dos esteróides são bloqueados pelo ER.


Qual a eficácia do Clomid como um anti-estrogênio?
Resposta: É bem baixa e não deve ser confiável até que você utilize esteróides que aromatizem rapidamente ou se tiver pré-disposição para Gine. Arimidex, Femara, Aromasin e Nolvadex são mais indicados neste caso.


Algumas pessoas dizem que o Clomid durante um ciclo é desperdício, é verdade?
Resposta: Vamos examinar primeiramente o que acontece com alguem que esteja utilizando esteróides androgênicos anabólicos. Quando o nivel androgênico no corpo é muito alto, o andrógeno receptor ativa-se mais e o hipotálamo para de enviar a mensagem a hipófise. A mensagem "diz" ao nosso corpo para parar de produzir testosterona. Durante um ciclo, o corpo possui altos níveis de androgênios, mais do que o normal, e a medida que este nível aumenta o suficiente, o Clomid não ajuda a aumentar a produção natural de testosterona. O único propósito de clomid durante o ciclo é como anti-estrogênio.


Quando devo começar a usar o Clomid?
Resposta: Depende de quais esteróides estiver usando. Você deve adaptar o Clomid com os esteróides que utilzar. Como visto acima, se você tomar o clomid quando os níveis androgênicos no corpo ainda estiverem altos será um desperdício. Precisamos esperar que os níveis androgênicos diminuam antes de usar o Clomid. No entanto, se tomar o clomid por muito tempo existe a possibilidade da perda de ganhos. Consulte a lista abaixo para determinar quando você deve começar a tomar o clomid. Selecionamos todos os esteróides utilizados em ciclos. Por exemplo, se eu ciclasse com dianabol, Durateston e winstrol utilizaria durateston para permanecer ativo no corpo por um período maior.

Hemo: ....................................12 horas após a última administração
Deca: .....................................21 dias após a última aplicação
Dianabol: ................................12 horas após a última administração
Equipoise: ...............................17 – 21 dias após a última aplicação
Fina: .......................................3 dias após a última aplicação
Primobolan depot: ....................15 dias após a última aplicação
Durateston: ..............................3 semanas após a última aplicação
Cipionato de Testosterona: ........15 dias após a última aplicação
Enantato de Testosterona :........ 15 dias após a última aplicação
Propionato de Testosterona : .......3 dias após a última aplicação
Testosterona em Suspensão: ......24 horas após a última administração
Winstrol: .................................24 horas após a última administração


Qual a maneira mais eficaz de administrar o Clomid?
Resposta: o Clomid possui meia vida longa e por isso não precisa dividir doses para cada administração. Alguns dizer ser 5 dias (nenhum dado comprovado). Agora, se usar a Durateston e começamos usar o clomid 21 dias após a última aplicação, percebemos que os níveis androgênicos estejam baixos o suficiente e começamos a obter os sinais corretos. Se os níveis androgênicos ainda estiverem mais altos que o normal, 50mgs/dia de clomid durante 1 semana não será eficaz. Precisamos começar com uma quantia maior mesmo se os níveis androgênicos ainda estiverem altos. 300mgs no primeiro dia. Eu sei que disse que não precisa dividir a dosagem devido a vida média longa, mas tente 2 comprimidos 3 vezes ao dia. Após o primeiro dia, procuramos usar 100 mgs por 10 dias e em seguida 50 mgs por 10 dias.

Clomid

1º dia 300mgs
2º - 10º dia 100mgs
11º - 20º dia 50mgs


Preciso usar o Clomid por 3 semanas?
Resposta: Por que não? É barato, eficaz, vai reduzir as perdas pós ciclo e diminur problemas indesejáveis como os de libido. Se possível seria interessante prolongar esse tratamento por mais tempo já que nesse período pode não haver recuperação total da produção endógena de testosterona e espermatogênese.
O ideal seria fazer exames após essas três semanas recomendas para avaliar a necessidade de prolongar o uso ou não.


Quais são os efeitos Colaterias do Clomid ?
Os sintomais mais comuns estão relacionados a visão, apesar de não serem tão frequentes existem alguns relatos de sintomais de turvamento e manchas na visão, os quais geralmente desaparem em dias ao decorrer do uso. São apresentados também casos raros de catarata.

Algumas pessoas tem alergia a um corante presente no Clomid, a Tartrarzina, que é o mesmo corante amarelo presente na aspirina. A tartrazina pode provovar reações alérgicas em geral do trato como asma brônquica e urticária em pessoas suscetíveis . O mesmo corante não se encontra presente no medicamento de mesmo princípio ativo o Serophene nem no Indux.




O que é o Proviron ?

O que é o Proviron ?
R:É a masterolona, ou 1-metil dihidrotestosterona.


Para que serve o Proviron ?
R:Boa pergunta, existem várias especulações, como "potencializador " de ganhos nos ciclos, como anti estrogenico que poderia ser usado na terapia pós ciclo (TPC), auxilando no reestabelecimento hormal e que poderia aumentar a libido.


Então o Proviron aumenta os ganhos ?
R:Tal especulação é referente ao Proviron aumentar a testosterona livre no organismo masculino, infelizmente isso não se mostra evidente nos estudos mais atuais, desmistificando tal fato.


O Proviron previne a ginecomastia ?
R:Outra especulação, essa por sua vez tem base na estrutura do Proviron com a dihidrotestosterona ou simplesmente DHT que por sua vez tem ação anti estrogenica, tanto que é usado em certas loções tópicas para este fim.
De qualquer forma a estrutura não é exatamente a mesma, e o próprio DHT não tem tanta eficiência como anti estrogenico quanto o tamoxifeno que é derivado trifeniletileno, sendo então uma pobre opção para esta finalidade.


Posso usar o proviron na TPC ?
R: Desde que não seja com a finalidade de reestabelecimento hormonal, pois nos estudos atuais, tanto no tratamento de infertilidade (Baixa produção de espermatozóides) quanto nos de hipogonadismo (Baixa produção de testosterona) ele não teve êxito muitas vezes tendo resultados iguais ou bem semelhantes aos grupos de controle com placebo.


Então pra que diabos serve o Proviron ?
R:A única dessas especulações não totalmente provada, e que mostrou alguns resultados é a libido, só lembrando que isso não exatamente quer dizer que os níveis de testosterona necessitem estar altos, isso torna o Proviron viável na terapia pós ciclo onde se tem uma situação na qual os hormônios estão em baixa.
E também em ciclos que não fossem aplicado testosterona.


Referências :
Androgens versus placebo or no treatment for idiopathic oligo/asthenospermia - Vandekerckhove P, Lilford R, Vail A, Hughes E ; Placebo-controlled trial of high-dose Mesterolone treatment of idiopathic male infertility. - Gerris J, Comhaire F, Hellemans P, Peeters K, Schoonjans F; Randomised trial of mesterolone versus vitamin C for male infertility. Scottish Infertility Group. - Hargreave TB, Kyle KF, Baxby K, Rogers AC, Scott R, Tolley DA, Abel BJ, Orr PS, Elton RA; The hormone response to a synthetic androgen (mesterolone) in oligospermia.- Jackaman FR, Ansell ID, Ghanadian R, McLoughlin PV, Lewis JG, Chisholm GD; Comparison of the effectiveness of placebo, clomiphene citrate, mesterolone, pentoxifylline, and testosterone rebound therapy for the treatment of idiopathic oligospermia. - Wang C, Chan CW, Wong KK, Yeung KK; Plasma cholesterol, triglycerides, FSH and testosterone levels of normolipemic male patients with decreased fertility treated with mesterolone. - Nikkanen V; The effects of mesterolone, a male sex hormone in depressed patients (a double blind controlled study).- Itil TM, Michael ST, Shapiro DM, Itil KZ; 17 alpha-Propylmesterolone (SH 434): an antiandrogenic sebosuppressive substance not influencing circulating testosterone concentrations. Experimental studies in Syrian hamsters- Luderschmidt C, Eiermann W, Jawny J, Bidlingmaier F, Ring J.

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________
SeuCuca - TF Moderador #11

• Equipe Musculação Brasil
Tudo que você deseja saber sobre musculação em um único lugar!

SeuCuca
Moderador

Mensagens: 558
Data de inscrição: 10/02/2011
Idade: 21
Localização: Curitiba-PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tpc - O basico

Mensagem por Ed23 em Qua 30 Maio - 14:52

Seu Cuca informaçao excelente mas c muitos termos e conceitos dificeis de compreender numa perspectiva global.

Sera q me podia dar uma perspectiva pratica de como aplicar a terapia pos ciclo.
Iniciei meu primeiro ciclo de Deca 200 e Testoviron no dia 12 Março, estou portanto na 11ª semana de ciclo e vou fazer cerca de mais 2 meses.

Ciclo: Deca 200 + Tsetoviron de 10 em 10 dias.

O meu problema foi q na altura de planear o ciclo consultei o livro Anabolics e a terapia pos ciclo era 16 dias de HCG + 30 clomid + 45 dias de tamoxifeno. Entretanto busquei mais informaçao e parece q ha varias teorias quanto `a terapia pos ciclo.

Senti desde a 1ª shot a supressao causada pela Deca mas nao liguei porque iria recuperar c a terapia pos ciclo. Parece que os testes diminuiram um pouco o volume.

Qual o protocolo q devo seguir? Gostaria de uma soluçao que passasse apenas pelo uso de tamoxifeno e HCG.

obrigado

Ed23

Mensagens: 1
Data de inscrição: 30/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

TAMOXIFENO,SHBG E AI NA TPC

Mensagem por JOSÉ EDUARDO em Seg 15 Abr - 16:15

Boa tarde.Achei excelente o tópico.Minha dúvida :como fica o SHBG com o uso do tamoxifeno?
Li outros tópicos que me deixaram confuso porque entendi que ele diminuiria o valor do SHBG e notei que a medida que a testosterona vai caindo ele tb cai.
Não estou usando Clomid porque não me adaptei talvez pelo fato de interações medicamentosas que não posso interromper e já analisadas.Qto ao Aromasin fiquei receioso pq li relatos onde se usou 25 mg de 3 ou de 4 em 4 dias ou até menos e sabemos que ele bloqueia o estrógeno que por sua vez tb é necessário .Meu estradiol estava alguns dias atrás em 55 pg/ml ,prolactina 23,9 e valores bem abaixo da estimativa em relação ao LH E FSH.Terminei o ciclo usando deca,deposteron tem 20 dias e monitorei a testosterona para começar a TPC(por volta aí dos 450,500 e caindo).Já venho de outros ciclos.´Realmente há necessidade de incluir um AI com o Tamox ?(Aromasin,pq tenho o Anastrozol que não funciona bem com ele e não usei).Hcg penso que teria que ter usado antes para atrofia testicular e ainda é bem difícil de ser encontrado por aqui.Na complementação uso tribulus etc .Já fui a um endócrino aqui no RiO que prescreveu Clomid 50 mg p dia e Tribulus 750 mg ,alem de receitas de GH.Não achei legal o esquema e mesmo pq não uso GH definitivamente. O fato é que cada um vai reagir de uma forma e quero me aprofundar mais no estudo da TPC.
Vlw pela atenção.

JOSÉ EDUARDO

Mensagens: 1
Data de inscrição: 15/04/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tpc - O basico

Mensagem por thiagodiniz1 em Sex 21 Jun - 9:42

eu li li entendi o funcionamento maisnao sei qual seria o melhora seraplicado em meu ciclo gostaria de sua ajuada.

ciclo:

1-7 testogar - 600mg
1-5 dianabol - 50 mg
4-8 winstrol - 100 mg

como seria minha tpc neste caso??

thiagodiniz1

Mensagens: 2
Data de inscrição: 21/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum