Perfil Hcg

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Perfil Hcg

Mensagem por SeuCuca em Qui 10 Fev - 15:50

Esse hormônio foi primeiramente reconhecido pelos cientistas nos anos 20 (1). hCG é sem dúvida uma das drogas mais misteriosas e más usadas no meio do bodybulding. hCG é um hormônio petídeo de ocorrência natural produzido pelo embrião nas primeiras fases da gravidez e depois pelo trofoblasto (parte da placenta) como forma de controlar os hormônios durante a gravidez (faz o papel do LH mantendo o corpo lúteo ativo)(1). Ela é uma glicoproteína composta por 237 aminoácidos e apresenta uma massa de 36.7kDa. hCG age basicamente como o hormônio luteinizante (LH) no corpo. LH é uma gonadotropina, formada por uma cadeia beta de 115 aminoácidos e uma cadeia alfa de 89, (extraída pela primeira vez em 1958) secretada pela adenohipófise que tem como função estimular as gonadas (assim como toda gonadotropina). Nos testes o LH se liga aos receptores das células intersticiais de Leydig e estimula a síntese e secreção de testosterona. O FSH também é um gonadotropina, formada por uma cadeia beta de 115 aminoácidos e uma alfa de 89, assim como o LH. Sua função é estimular o crescimento testicular e suportar as ações das células de Sertoli, que são necessárias para espermatogênese. A produçaõ e secreção de FSH e LH é controlada pelo GnRH. TSH é uma tireotropina, também é secretada pela adenohipófise, formada por uma cadeia beta de 112 aminoácidos e uma alfa de 89 e estimulada pela secreção de TRH. Sua função é estimular a secreção dos hormônios da tireóide. O hCG é um heterodímero com uma subunidade alfa identica a do LH, FSH e TSH.

O uso clínico do hCG é na indução da ovulação e tratamento de desordens ovarianas nas mulheres e no tratamento de hipogonadismo e criptorquidia nos homens. O hCG não provoca nenhuma melhora na performance nos atletas porém a sua similaridade com o LH faz com que seja possível sua ligação com os receptores de LH nas células de Leydig e que seja estimulada a secreção e produção de testosterona quando os níveis endógenos de LH estiverem baixos. Sabendo que o hCG aumenta a testosterona endógena seu uso é mais benéfico em ciclos longos e de alta dosagem onde a supressão do eixo HPT é maior (e a chance de atrofia testicular também). Seu uso irá servir como um sinal artificial para os testículos (como se fosse o LH) prevenindo dessa forma a atrofia. Não só ajuda a manter o tamanho e a condições dos testículos como torna mais fácil a sua recuperação. Retomar os níveis endógenos de testosterona o mais rápido possível após o ciclo é um consenso entre os usuários de esteróides, caso contrário a perda da massa muscular adquirida ocorre muito rápido (ação do cortisol, que é oposta a da testosterona, logo os níveis desses dois hormôniuos tem que estar equilibrados).

Alguns usuários dizem ter melhores ganhos e uma melhor recuperação quando usam hCG durante um ciclo. O primeiro fato ocorre pelo nível endógeno de testosterona estar maior e o segundo pelo estímulo contínuo dado aos testículos, evitando a atrofia. A manutenção dos níveis de testosterona inter-testicular, promovido pelo uso intermitente do hCG, torna a recuperação do eixo HPT muito melhor. Uma dose boa durante um ciclo é a de 500-1000UI todo semana ou semana sim semana não. Em um estudo, uma única injeção de 6000UI de hCG elevou os níveis de testosterona por seis dias. Por isso muitas pessoas recomendam seu uso a cada 3-5 dias. Conseguimos um nível plasmático mais estável com dosagens mais frequentes. No mesmo estudo, uma dosagem de 1500UI aumentou os níveis de testosterona em 200-300%. Isso tudo leva à um aumento no nível de estrógeno proveniente da aromatização, e pode ocorrer aparecimento de ginecomastia(3).

O seu uso durante a TPC deve ser com doses menores e mais frequentes, aumentando a eficácia e diminuindo a chance de efeitos adversos. Uma dose de 250-500UI todo dia por 2-3 semanas é muito boa(3). Doses baixas são suficientes para começar a reverter a atrofia testicular, lógico que sempre usado em conjunto com tamoxifeno/clomifeno que irão ajudar na recuperação e evitar o aparecimento de problemas devido aos níveis de estrogênio. Doses mais baixas também evitam o risco de dessensibilização (down-regulation) dos receptores de LH das células de Leydig. O ditado de mais é melhor não se aplica ao hCG. O melhor é começar com doses de 250-500UI todo dia por cinco dias, e se nada acontecer (aumento do tamanho dos testículos, por exemplo) pode-se aumentar a dose. Doses pequenas como 500UI, duas vezes por semana não farão efeito. Dosagens como essas são usuais para reduzir os sintomas de hiperplasia benigna da próstata(7).

Como dito acima o uso de hCG deve-se ficar em 2-3 semanas com pelo menos um mês off entre uma nova terapia, porém você pode esticar a administração para quatro semanas sem maiores problemas se estiverem sendo usadas baixas dosagens. O uso muito prolongado de hCG pode ter efeito contrário, e diminuir a produção natural de gonadotropinas (isso ainda é especulado, não existem estudos mostrando). Para manter a segurança a administração de hCG deve ser curta. A terapia com hCG pode começar na última semana do ciclo e deve ser acompanhada de tamoxifeno/clomifeno. Após o término da administração de hCG deve-se continuar com o tamoxifeno/clomifeno tornando a TPC mais efetiva. Em ciclos de 6-10 semanas o hCG não é necessário, ao menos que sejam usadas doses muito altas, apresente algum problema prévio de atrofia testicular ou esteja sendo usado somente esteróides orais pesados. Ciclos de 12 semanas ou mais devem apresentar hCG.

Os efeitos adversos são os mesmos associados aos esteróides (já que o hCG aumenta a produção de testosterona), porém o mais comum é a ginecomastia. Retenção hídrica e eletrolítica são mais comuns com dosagens mais altas (como resultado de uma alta produção de andrógenos). Pode ocorrer também supressão de rebote se o uso não for feito de forma inteligente (supressão da secreção de GnRH pelo hipotálamo devido o estímulo exógeno do hCG)(5). A terapia com hCG deve ser interrompida no mínimo duas semanas antes do término da TPC (tamoxifeno/clomifeno) ou ele poderá provocar essa supressão(5)


_______________________________________________________________________________________________________________________________________________
SeuCuca - TF Moderador #11

• Equipe Musculação Brasil
Tudo que você deseja saber sobre musculação em um único lugar!

SeuCuca
Moderador

Mensagens : 558
Data de inscrição : 10/02/2011
Idade : 23
Localização : Curitiba-PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum