Perfil Primobolan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Perfil Primobolan

Mensagem por SeuCuca em Qui 10 Fev - 15:21

Primobolan (Metenolona)




Nome do farmacêutico: Metenolona (oralmente como acetato e injetáveis como enantato)
Estrutura química: 17 beta-hydroxy-1-methyl-5 alpha-androst-1-en-3-one
Dose efetiva: Injetável 200-300mg/semana ou 50-150mg/dia oralmente
Preço relativo: $15-30 por ampola ou $1-2 por comprimidos de 25mg
Doses disponíveis: 50 ou 100mg/ml ou comprimidos de 5, 25 e 50mg

Características

Primobolan é um bem conhecido e popular esteróide. Como a nandrolona é quase sempre usado como base de um ciclo com outros esteróides. Metenolona contudo, é um esteróide baseado em DHT (atualmente, DHB ou dihidroboldenona, o 5-alpha reduzido do boldenon). Significando que quando ele interage com a enzima aromatase não é formado estrógeno. Isso o faz essencial para usar em cutting, quando é melhor evitar o excesso de estrógeno porcauso de seus efeitos retentivos de água e gordura. Metenolona é mais usada em algumas instâncias ou por pessoas que são muito sucetivas a efeitos colaterais estrogênicos, pois a atividade anabólica da metenolona é um pouco menor do que a nandrolona, pois é bastante provável que ela não seje estrogênica.

Pois é amplamente disponível a metenolona é usado para substituir a nandrolona ou boldenona para aqueles que não tem acesso á Deca-Durabolin ou Laurabolin ou Equipoise. Quando ciclado com um esteróide de grandes ganhos musculares como a testosterona e/ou metandrostenolona ele pode proporcionar ganhos similares. Aqueles que desejam entrar em cut ficarão muito satisfeitos ao ciclar com drostanolona, stanozolol ou trembolona. Mulheres e iniciantes também ciclam metenolona COM nandrolona pois os proporcionam um ciclo ligeiramente anabólico e que é considerado como uns dos mais seguros ciclos com uma perspectiva andrógena. Mais infelizmente, com a nandrolona, se torna um ciclo muito supressivo.

A metenolona é disponível como injetável ou oral. A forma injetável é naturalmente considerada melhor. Este é um éster enantato que tem uma ação longa e só precisa ser injetado uma vez por semana em doses de 300-600mg. Pois ele passa pelo metabolismo hepático na sua primeira chance, também tem uma grande taxa de sobrevivência. Os orais são muito menos úteis, mas é sempre usado por fisiculturistas que tem medo de agulhas ou que já estão tomando algum outro injetável. Os comprimidos estão em forma de acetato de curta duração, significando que doses de 100-150 mg/dia são necessárias, dividindo em 2 ou 3 doses, fazendo com que os comprimidos são um pouco inconvenientes para uso. A razão pela qual as doses não precisam ser divididas, ao contrário da maioria dos esteróides, é pois a metenolona não é um 17-alpha-quelado, mas 1-metilado para bio-disponibilidade oral. Isso reduz o estresse hepático, mas também a disponibilidade, porcauso das grandes doses necessárias diariamente.

Como a nandrolona, a metenolona é muito leve ao sistema hepático. Provavelmente por essa razão que os dois são extremamente favoráveis como base de um ciclo. A metenolona não tem efeitos colaterais estrógenos em razão á sua estrutura. Seus efeitos sobre os níveis de colesterol são poucos perceptíveis. Em doses de 200mg ou menos (injetáveis) a pressão do sangue raramente, em sua totalidade, alterada. Á hepatoxidade, a longo prazo, o uso do fígado claro que irá aumentar mais gradualmente e apenas ligeiramente. As injeções, claro, já que elas passam somente 1 vez pelo fígado, tem aproximadamente metade da toxicidade ao fígado do que os comprimidos. A baixa toxicidade ao fígado é contabilizada pois a bio-disponibilidade da metenolona é transportada por um grupo 1-metil, que é menos preciso do que um 17-alpha-quelado, o principal culpado pelos danos ao fígado.

A coisa mais estranha porém, levando em conta que a Primobolan ainda é um derivado da DHT (ou melhor dizendo DHB), que é facilmente encontrada no sistema andrógeno também. As mulheres usam metenolona quase sempre, principalmente comprimidos, e encontram alguns sintomas de pequena virilização no curto período de uso da metenolona. E um longo período de uso pode induzir a ter acne e engrossamento da voz. A metenolona também não é extremamente supressiva ao eixo HPT (eixo endócrino para produção natural de testosterona). Esses são ambos os resultados dos DHB's 1,2-dupla ligação, o qual, que parece com a estrutura da boldenona, a qual reduz o vínculo androgênico por 50% ao contrário da DHT.

Para atletas que desejam manter um status "natural" em competição, os tabletes são muito bem adequados ás chances de detecção na forma de acetato. Contudo as testosteronas tem um um grande número de metabolitos de metenolona e podem ser facilmente detectados com um exame de urina. Mas um estudo inglês documentou que há uma forma de carnes contaminadas com metenolona, que pode trazer uma forma de defesa se ela for encontrada. Eles afirmam que quem come carne de vaca ou frango onde são injetadas metenolona não afetam a performance, mas podem proporcionar testes positivos para alguns metabolitos de metenolona por até 24 horas depois da ingestão. Isto é para aqueles que desejam uma defesa viável contra um possível teste de metenolona der positivo.

Modo de uso:

O uso da metenolona é similar ao da nandrolona, 300-400mg por semana, em conjunto com outros esteróides. Algumas tentativas da falta de potência convertendo nandrolona ou boldenona para metenolona usando altas doses, na casa de 600-800mg por semana. A este ponto eu acho que é mais barato optar por boldenona á 300-400mg por semana. Há um pequeno mérito em ciclar metenolona com boldenona, pois eles fazem parte do grupo dos 1-metil, a metenolona é basicamente DHB, a forma 5-alpha reduzida da boldenona. Mas, uma vez que a boldenona tem uma pequena afinidade com a 5-alpha-redução, ele deve ter um bom efeito sinergista ciclando os dois com 300mg/semana cada.

Não há necessidade de usar drogas alternativas, isso deve-se ao fato de que ela não aromatiza, e é fácil de manter os ganhos, então se usar Clomid ou Nolvadex na TPC não é justificável.

Referências:

1 Goudreault D, Masse R., Studies on anabolic steroids--4. Identification of new urinary metabolites of methenolone acetate (Primobolan) in human by gas chromatography/mass spectrometry.,J Steroid Biochem Mol Biol. 1990 Sep;37(1):137-54.

2 Kicman AT, Cowan DA, Myhre L, Nilsson S, Tomten S, Oftebro H., Effect on sports drug tests of ingesting meat from steroid (methenolone)-treated livestock., Clin Chem. 1994 Nov;40(11 Pt 1):2084-7.
Fonte: http://www.bodybuild...un/catprimo.htm


_______________________________________________________________________________________________________________________________________________
SeuCuca - TF Moderador #11

• Equipe Musculação Brasil
Tudo que você deseja saber sobre musculação em um único lugar!

SeuCuca
Moderador

Mensagens : 558
Data de inscrição : 10/02/2011
Idade : 23
Localização : Curitiba-PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum